Como educar os filhos à luz da Palavra de Deus

0
952

Para quem já é pai e mãe, certamente fez a descoberta – se não fez, logo, logo fará – de que educar não é o mesmo que transmitir conteúdos, lições e regras. E educar os filhos à Luz da Palavra pode representar um esforço maior, para quem exerce essa missão, de se aprofundar na leitura e na experiência com as Sagradas Escrituras. A própria Bíblia já ensina que é dever dos mais velhos – isso inclui pai, mãe, educadores, cuidadores – conduzir os pequenos ao caminho da virtude, da maturidade. “Ensina à criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se há de afastar” (Pv 22,6).

Leia também – Valores: por que é importante que a escola dos meus filhos tenha os mesmos valores que eu?

Em geral, as crianças têm os adultos como referência e exemplo. Mesmo que este dado não seja determinante, não se pode negar a influência na experiência de fé que elas terão. Portanto, é preciso acreditar que nelas há um campo adubado e preparado, que aguarda a experiência com o Amor de Deus, que pode se dar, também, por meio da leitura da Bíblia .

Mas, na prática, como educar os filhos à luz da Palavra de Deus?

Ensinar nossas crianças a terem amor pelas coisas de Deus não é algo tão difícil. A biblista Sofia Cavalletti, criadora de um método de catequese infantil abençoado pelo Papa João Paulo II, aponta que em todas as crianças há um potencial religioso e o coração delas é naturalmente aberto ao conhecimento de Deus e à experiência com Ele. “A criança demonstrou alegria e dignidade especiais quando lhes foram abertas as portas do infinito”, afirma Cavalletti no livro O Potencial Religioso da Criança, Ed. Loyola.

Sabendo desse potencial que as crianças possuem, confira abaixo algumas dicas de como estimular o interesse delas pela Palavra de Deus.

Procure rezar com a Palavra de Deus

Atualmente, com o acesso à informação, é fácil encontrar roteiros e métodos para orientar a experiência com as Sagradas Escrituras. Um deles, que é muito conhecido, se chama Lectio Divina, que, traduzido, significa leitura orante da Palavra. Você pode aprender os passos deste método e começar a se aprofundar nessa experiência.

Mas por que começar por você? Além dos benefícios de relacionar-se individualmente com Deus, Ele mesmo quer ser a bússola na educação dos seus filhos.

Conhecendo, rezando e relacionando-se com o Senhor, será mais fácil transmitir isso aos seus filhos e, evidentemente, ensiná-los a fazer o mesmo. Em pouco tempo, você poderá aplicar essa metrologia e fazer, por exemplo, uma Lectio Divina em família.

Leve seu filho à igreja

Se esse ainda não é um hábito, comece devagar, mas comece. São Josemaria Escrivá tem uma frase interessante e que enche o coração de esperança quando surge a o receio se pequenos esforços surtem efeito. “Viste como levantaram aquele edifício de grandeza imponente?[…] À força de pequenas coisas!” (Caminho, 823)

Para alguns, levar o filho à Missa, rezar em família, ensinar as primeiras orações, a ler a Bíblia, pode ser equivalente ao esforço – com as devidas proporções – de “levantar um grande edifício”. Mas essa é a grande herança que se pode oferecer às crianças.

Se o temperamento do seu filho é do tipo “indomável” ou se você tem muitos filhos – algo que, para alguns pais, seria, aparentemente um obstáculo para o ambiente silencioso e reverente da Igreja – experimente fazer visitas com eles quando não estiver acontecendo nenhuma atividade. Ali, a sós com suas crianças, você pode iniciar um processo de catequese e fazer, inclusive, a leitura de alguma história da Bíblia. Com o tempo, vocês podem começar a frequentar a Missa juntos e, mesmo com o comportamento delas em fase de maturação, elas absorverão a experiência e logo compreenderão o que está acontecendo ali.

Compre uma Bíblia

Pode ser com figuras, sem figuras, colorida ou não. De acordo com a idade e a maturidade do seu filho, vai ser uma experiência muito boa fazer a leitura junto com ele. Na Bíblia há muitas histórias de reis, valentes guerreiros, mulheres extraordinárias que podem deixar o momento mais estimulante.

Ler em conjunto pode beneficiar, inclusive, o relacionamento afetivo dos pais com os filhos.

Dica: Nas orações da noite, escolha um salmo, um trecho que remeta à confiança e ao amor de Deus.

Leia também – Por que devo dizer não para o meu filho.

Use a criatividade e siga as inspirações do seu coração

Sempre haverá uma gama enorme de métodos, passos e até supostas receitas quando o assunto é educação dos filhos. O mais importante, em tudo, é ter atenção à criança, ao seu filho. Nada melhor do que fazer uma leitura justa e sincera sobre quem está convivendo e crescendo sob seus cuidados, as preferências, temperamento, o ambiente que vocês vivem, relacionamento e perspectivas para, então, dar os passos que precisam ser dados.

O Catecismo da Igreja Católica fala das graças de estado, que nos acompanham no exercício da missão que Deus nos confia. Tenha sempre em mente que, ao tornar você pai ou mãe, Ele dará a força necessária e as inspirações corretas para o cumprimento dos seus deveres e funções. Tudo em vista da felicidade e santidade ao qual Ele nos chama.

“Fazei tudo por Amor. – Assim não há coisas pequenas: tudo é grande. – A perseverança nas pequenas coisas, por Amor, é heroísmo. (Caminho, 813)

Blog Educar para o alto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here