Como evangelizar minha família nos tempos atuais

0
339
como evangelizar minha familia

O casal católico recebe de Jesus Cristo, por meio do sacramento do matrimônio, a graça de dar testemunho do amor de Deus em uma vida de comunhão. Antes de qualquer coisa, é preciso compreender que a missão de educar na fé é primariamente um dever dos pais, vivido na família. Como ensina a declaração Gravissimum Educationis, do Concílio Vaticano II, “é dever dos pais criar um ambiente de tal modo animado pelo amor e pela piedade para com Deus e para com os homens que favoreça a completa educação pessoal e social dos filhos. A família é, portanto, a primeira escola das virtudes sociais de que as sociedades têm necessidade.” Mas na prática, podemos nos perguntar: como evangelizar a minha família em pleno século XXI?

Cultive o amor e devoção a Nossa Senhora

A devoção a Nossa Senhora é algo que pode – e deve – ser iniciada desde cedo, nas cantigas de ninar, na apresentação da Virgem Maria como a “Mamãe do Céu”. Uma dica para quem vai iniciar a devoção com os filhos já crescidos é começar nas orações da noite e, ao longo dos meses, incluir a dezena do terço progressivamente durante o dia com o objetivo de rezar o terço inteiro com o tempo. É bom, se essa for a sua disposição, estabelecer um horário para que as crianças já prevejam e se preparem para a oração.  Você pode presentar as crianças com um terço e, sobretudo aos mais crescidos, estimular e dar a oportunidade de lembrarem dos amigos e familiares nas intenções e agradecimentos.

Faça pequenos gestos de piedade ao longo do dia 

Lembre de fazer orações em família ao acordar, por exemplo, no caminho para o colégio, antes das refeições – como forma de agradecimento pelos alimentos – e antes de dormir (Pode ser um Pai nosso, Ave Maria, Salve Rainha e Santo Anjo). Esses pequenos momentos vão criando uma espiritualidade na família de forma natural e simples.

Leve-os desde bebês para a missa aos domingos

A missa, quando bem vivenciada, é uma verdadeira catequese. É importante levar desde bem pequenos seus filhos para a missa aos domingos. Quando eles já estiverem em uma idade que possam começar a entender a celebração, é importante deixar os brinquedos em casa, ou somente quando eles forem pequenos demais para ter concentração na missa. Essa tarefa de levar crianças para a missa pode ser um verdadeiro desafio, mas não desista. Entenda que este gesto não é apenas bom para você e sua família, mas para toda a comunidade, pois a presença das crianças na missa é um verdadeiro dom para a Igreja.

Leia Também – 7 dicas para conciliar maternidade e trabalho

Assista a filmes católicos ou com valores cristãos 

Pesquise filmes que sejam interessantes para a transmissão de valores e, ao menos uma vez ao mês, veja em família. Depois faça um “mini debate” para escutar seus filhos sobre o que acharam. Aproveite este momento para reforçar alguns aspectos importantes para a formação deles.

Supervisione sempre o uso dos meios de comunicação

Enquanto muitos pais estão tentando evangelizar suas famílias, a internet e a televisão apresentam opções totalmente contrárias ao que é pregado por Jesus Cristo. Por isso, a supervisão deve ser uma constante. Defina regras em seu lar, como por exemplo, o acesso a internet somente para trabalhos escolares. Escolha uma idade para dar o celular ao seu filho (caso seja necessário) e não antecipe isso sem que haja um motivo sério. Uma dica é estabelecer que os membros da família – incluindo pai, mãe e os adultos – coloquem os celulares numa caixinha ao chegarem em casa e o wifi seja desligado durante as madrugadas.

Organize momentos de lazer em família

Momentos de lazer e descontração são uma forma ótima de demonstrar carinho e amor pelos seus filhos, e isso também é evangelizar. Pergunte a eles programas que gostem de fazer e se organize para terem um momento de lazer semanal. É importante também – caso você tenha mais de um filho – dar atenção individual, de maneira pessoal. Cada um tem suas necessidades. Jesus Cristo nos trata de maneira única, e isso devemos levar também para cada membro de nossa família.

Viva em plenitude as datas importantes da Igreja

Aproveite cada data litúrgica significativa – Natal e Páscoa principalmente – para envolver os seus filhos nos preparativos. No Natal, por exemplo, pode ser envolvendo as crianças para ajudar na ceia, na montagem dos enfeites ou mesmo na realização das obras de misericórdia. Já na Páscoa, proponha que cada um viva um propósito na Quaresma (ajudar a lavar a louça ou evitar os doces, diminuir o videogame…), meditar a via sacra de forma lúdica, cantar músicas que tenham relação com o tempo quaresmal e pascal, fazer ovos de chocolates em família. Veja o que está mais de acordo com a realidade da sua família e aproveite todas as oportunidades para evangelizar!

Gostou? Compartilhe!

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here