Conheça o “Sonhando em família”, apostolado para as senhoras do RC

0
588

O Sonhando em Família é um apostolado católico de senhoras do Regnum Christi, que começou em São Paulo, com cinco voluntárias em agosto de 2011, inspirado no Sonhar Acordado e em um de seus projetos, o Sonhando Juntos. Há sete anos, as mães dos voluntários começaram a atender as mães das crianças que eram assistidas pelo projeto. E essa parceria tem rendido diversos frutos nas famílias dos membros do Regnum Christi, bem como nas famílias assistidas por meio deste apostolado.

A primeira missão do Sonhando em Família foi atender a Casa de Apoio Gota de Amor, que recebe crianças de todo Brasil em tratamento de saúde (câncer, ou alguma debilidade genética), juntamente com um acompanhante, que geralmente é a mãe.

Ao longo desses sete anos o número de sonhadoras cresceu e hoje existem 76 voluntárias que realizam o trabalho em nove Casas de Apoio e um hospital infantil. Em 2019, o apostolado atenderá 11 casas de Apoio.

O maior objetivo do Sonhando em Família é levar apoio espiritual e humano, àquelas que estão cuidando e lutando pela a vida de seus filhos. O trabalho é planejado e distribuído da seguinte forma: inicia-se o dia com uma dinâmica (“quebra-gelo”) e, após as reflexões, há uma uma atividade de artesanato. Essa é uma forma de relaxarem, conversarem, se conhecerem melhor, ter um tempo para elas mesmas e, além disso, aprenderem uma atividade que também possibilita, caso necessário,  torná-la uma fonte de renda quando retornam aos seus lares.

Equipe Sonhando em Família de SP

“Esse é o meio que buscamos, para levar nossa mensagem de amor, esperança e fé. Que é o fator principal do nosso trabalho. Ao fim de cada encontro, que é mensal, nossos corações e pensamentos se transformam, e retornamos, todas (mães e voluntárias) às nossas vidas cotidianas de forma renovada no amor, fé e esperança. É um presente o nosso trabalho, nos enche de amor e gratidão pela vida e pelas bênçãos de Deus que tanto as mães quanto nós voluntárias recebemos, porque a vida passa a ter um outro sentido”, contam Claudia Pirri, fundadora e diretora do projeto, Rose Brancalião, vice-diretora e Eli Godeghese, coordenadora de comunicação e da Casa Gota de Amor.

Além disso, surgiu, em 2013, uma nova oportunidade de levar a mensagem de amor a comunidades carentes da região do Morumbi/SP, nascendo assim o Sonhando em Transformarprojeto do Sonhando em Família – que atende mães de crianças de instituições dessas comunidades, onde a luta diária e as necessidades sociais são grandes. O Sonhando em Transformar hoje conta com 15 sonhadoras.

Em agosto de 2018, iniciou o trabalho em Caxias do Sul/RS.

Equipe do Sonhando em Família de Caxias do Sul

Como funciona?

– Há um calendário pré-estabelecido para todo o ano, além de uma estrutura de formação, onde as voluntárias recebem o apoio e formação de padres, consagradas e leigos do RC, padres diocesanos e outros voluntários de outras instituições, como uma professora do Colégio Pio XII;

– Mensalmente as voluntárias do SF se reúnem em um sábado, recebem formação e organizam o material para atividade do mês, almoçam juntas e saem em equipes para as casas de apoio e para o hospital infantil;

– A atividade desenvolvida é o meio para chegarem até essas mães, mas objetivo principal é levar apoio espiritual e humano para elas, que deixam suas famílias, suas cidades, e passam as vezes longos períodos com seus filhos em tratamento em SP;

– Após a visita as mães nas casas de apoio, as sonhadoras se encontram no final do dia, para um pós-evento, onde trocam experiências vividas e finalizam o dia com a Santa Missa;

– O Sonhando em Transformar participa aos sábados da formação junto a equipe do Sonhando em Família, e também realizam suas atividades mensalmente.

Testemunhos

“Estou no SF desde 2011. Foi muito especial receber esse convite e fazer parte desse trabalho. No início, fiquei muito tocada com as mães e as crianças que encontrávamos. Com o tempo, fui entendendo que era um chamado de Deus em minha vida. Posso dizer que conhecer a vida, a luta, de cada um ali, me fez valorizar ainda mais minha vida, minha família. Passei a agradecer todos os dias pelo que tenho e a sentir de uma forma muito forte o amor misericordioso de Deus em cada encontro com aquelas mães. Passei a sentir o cuidado de Maria com aquelas mulheres. Eu queria fazer algo grande por elas, mas a cada encontro, sou eu quem recebo muito mais do que eu dou, com cada sorriso e abraço, lições de vida, gratidão de cada uma delas. Isso me revigora espiritualmente. Espero ser uma sonhadora para sempre”

Rosângela Velleca, coordenadora da casa de apoio Cacau, está no SF desde o início, era uma das cinco fundadoras do apostolado

“Esse projeto é para as mães ficarem mais tranquilas e até fazerem uma renda, caso precisem. É um trabalho muito gratificante, me enche de orgulho. É muito bom fazer bem para alguém que está necessitado, que não conhecemos. Todas somos mães, temos família, trabalhamos, mas conseguimos doar um pouco do nosso tempo para aquelas mães. E ainda recebemos em troca, o carinho dessas mães e a gratidão delas. Me tornei uma pessoa melhor, mais forte. Todo mundo deveria experimentar um projeto assim”

Débora Príncipe, coordenadora de atividades, (artista plástica, dá aula de artes)

Caxias do Sul

Neste ano, o apostolado cresceu e iniciou suas atividades em Caxias do Sul/RS, em agosto, com seis voluntárias que hoje atendem uma instituição escolar de crianças carentes.

“Há mais alegria em dar que receber. Essa é a minha experiência com o Sonhando em Família. Em agosto deste ano iniciamos o trabalho em uma escola municipal. Um trabalho em parceria com os jovens do Sonhar Acordado. Começamos a atender as mães dessas crianças. Nosso objetivo é cuidar de quem cuida. Através do artesanato, podemos escutar, acolher e ouvir a história de cada uma dessas mães. Queremos dividir com elas os fardos que elas carregam. Esquecemos um pouco de nós mesmas e de nossas preocupações para servir e cuidar delas”

Jerusa Slomp, fundadora de Caxias do Sul

Mais informações: sonhandoemfamilia@gmail.com

Cláudia Pirri: (11) 98326-3026

Rose Brancallião: (11) 99986-9572

Jerusa Slomp: (54) 99932-1990

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here