Diretoras de comunidades de consagradas no Brasil se reúnem para refletir e compartilhar a missão

0
411

Um momento para partilhar, descansar, conviver e de formação: esse foi o objetivo do encontro de diretoras que aconteceu de 17 a 22 de setembro, no qual as diretoras de consagradas no Brasil, em São Paulo. Durante esses dias, elas assistiram quatro conferências do governo geral das consagradas: o papel da diretora; como viver a obediência e a liberdade; como viver o diálogo que a diretora dá para as consagradas; e sobre como viver a unidade de vida, unificar a vida fraterna, a missão e a oração.

Participaram do encontro: Elena Bartolomé, diretora territorial das consagradas e diretora da comunidade de São Paulo, Elva Dálvalos, diretora da comunidade de Curitiba e Camila Melo, nova diretora da comunidade de Brasília.

Veja como foi a experiência de cada uma delas e conheça as diretoras das três comunidades de consagradas no Brasil:

Camila Melo, diretora da comunidade de Brasília 

“Para mim, esses dias foram como a experiência de Jesus que leva seus apóstolos para um lugar retirado para descansar. Saímos de nossas comunidades para ter um espaço de encontro e comunhão. Um tempo para receber formação juntas, sobre temas do nosso núcleo da missão como diretora. Foi importante para interiorizar o conteúdo recebido, compartilhar nossas reflexões, experiências, dúvidas. Cheguei há duas semanas ao Brasil e foi um presente, para aprofundar nessa missão e sobre o que é importante e essencial nela. Também pude saber mais sobre o caminho que o comitê tem realizado no Brasil”.

Camila é de Brasília e tem 14 anos de consagrada. Conheceu o movimento através da Juventude Missionária, na Semana Santa de 2002. Em 2003 foi colaboradora nos EUA, e neste período sentiu fortemente o chamado de Deus à consagração. Fez seu candidatado em São Paulo em janeiro de 2004 e se consagrou neste mesmo ano. Fez sua formação dois anos no Brasil e dois anos nos Estados Unidos. Trabalhou sete anos no Rio de Janeiro com jovens do RC. Em 2015, foi para Roma por seis meses, fazer um curso de formação para formadores e, depois, foi para Madri, trabalhar com a formação das consagradas. Acaba de chegar a Brasília para ser a diretora da comunidade das consagradas.

Elena Bartolomé, São Paulo e diretora territorial das consagradas no Brasil

“Foi um tempo também de conversa, de diálogo, reflexão, oração, descanso e muita partilha sobre esses temas. Expliquei também a projeção estratégica das consagradas, o programa do comitê territorial. Foi muito bom. Saímos renovadas, comprometidas, unidas e com o coração cheio de amor”.

Elena nasceu em Barcelona, Espanha, e tem 17 anos de consagrada. Está no Brasil há dois anos e meio, desde 2015, e se consagrou em 2001. Em seus primeiros anos de consagrada, trabalhou em seu país, onde foi formadora no Cerro del Coto, gerente na comunidade de Mirasierra e assistente de direção do Colégio Highlands del Encinar. Depois, esteve seis anos na seção de jovens de Barcelona, apoiou a pastoral de jovens da diocese, foi instrutora de formação do Colégio Santa Isabel e diretora da comunidade e conselheira territorial.

Elva Dávalos, diretora da comunidade de Curitiba

“O encontro foi uma experiência de encontro com irmãs, que compartilham a mesma missão. Um encontro de coração, de escuta, para rezar juntas. Gostei muito do clima de confiança, de alegria, de fraternidade. Compartilhar experiências, expectativas que temos de nossa missão. O que mais me ajudou ver minhas irmãs, que são mulheres com esse amor a Cristo, ao movimento, que querem construir juntas. Estou muito feliz por ter compartilhado esses dias com elas, gerando vínculo entre a gente e a nossa missão”.

Elva nasceu em Guadalajara, México, e tem 25 anos de consagrada. Fez sua formação nos Estados Unidos, em Roma e em Monterrey. Seu primeiro apostolado foi na Academia de Woodlands, na Irlanda, onde esteve de 1996 a 1999. Foi para Guadalajara e trabalhou até 2007 no Colégio Alpes Bugambilias, como instrutora de formação e encarregada do ECYD. DE 2007 a 2016, esteve em Monterrey, também trabalhando nos colégios e no ECYD. Em 2016 chegou a Curitiba, onde é diretora da comunidade e instrutora de formação do infantil do Colégio Everest.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here