Sal da Terra, Luz do Mundo: Cursilho Nacional de Senhoras

0
377

Aconteceu de 20 a 23 de setembro, em Brasília, o Cursilho Nacional de Senhoras do Regnum Christi. Com o tema “Sal da Terra, Luz do Mundo”, o cursilho reuniu 87 participantes, sendo senhoras de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Recife, além de 10 sacerdotes legionários e duas consagradas. O próximo Cursilho Nacional de Senhoras será em 2020, na cidade de São Paulo.

O primeiro dia começou com a Santa Missa presidida pelo Pe. Cleomar Ferronato, LC., diretor territorial do Regnum Christi, e os demais sacerdotes que participavam do Cursilho. Em seguida, as participantes brindaram o início deste final de semana de integração e formação.

Os leigos e seu papel no mundo foi o tema da palestra de abertura realizada pelo Pe. Cleomar, que convidou todas a se “animarem e colocarem Cristo no centro de suas vidas, que é Caminho, Verdade e Vida”. Ao longo de sua exposição, ele citou trechos de encíclicas e exortações apostólicas que falam do papel do leigo na Igreja.

Ele também fez uma relação da vida de cada uma com o objetivo do cursilho: “É preciso redescobrir o chamado como leigos. São nos momentos difíceis que a Igreja espera uma resposta dos leigos. A missão mais complicada é dar testemunho no âmbito secular, no dia a dia. Esse momento de formação é importante, mas dele também deve ser diário, na vida em equipe e de seção”, disse o Pe. Cleomar.

Linhas de trabalho para o Movimento

Pe. Cleomar relembrou a fundação do Regnum Christi no Brasil, quando os primeiros legionários de Cristo chegaram ao país, em 1975. Diante da crise institucional que deu início ao processo de Revisão dos Estatutos que o movimento vive hoje, algumas casas apostólicas e centros vocacionais tiveram que ser fechados. “O caminho é feito por cada um de nós. A renovação precisa sair do papel e chegar a cada membro do RC”, destacou.

Depois, ele apresentou as linhas de trabalho do movimento, e convidou a todas a refletirem sobre cada uma delas em suas vidas e em seus apostolados:

  • Dar consistência ao RC – fazer com que o carisma de frutos, renovando o chamado de cada um e o ardor missionário, sentido de missão, desejo de mudar o mundo, dedicando forcas ao que já existe no território para fortalecer.
  • Trabalhar com espírito de família, com caridade, fazer com que as pessoas se sintam amadas.
  • Acompanhamento, entre todos e dos legionários e consagradas para com os membros
  • Atenção integral a família: dar uma resposta as necessidades da família
  • Plenitude vocacional no caminho e no chamado de cada um dentro do movimento e de seu estado de vida.

Segundo Dia

No segundo dia, as participantes tiveram uma palestra sobre “O Mundo Atual: luzes e sombras”, com o Pe. José Maria Ramírez, LC. Em seguida, Vitoria de Carli, de Porto Alegre, apresentou sua tese de mestrado sobre a história dos leigos na Igreja e o Regnum Christi. Pela tarde, houve dinâmica e partilha sobre os documentos da Igreja e uma palestra sobre a “Mulher Maravilha”, ministrada pelo Pe. Patrick Walsh, LC. Tânia Manzur, de Brasília, falou sobre “O Sonho de Deus para a Mulher”, palestra que tratou da feminilidade, vocação e missão da mulher católica. O dia terminou com o filme “Extraordinário”, que emocionou a todas.

Terceiro dia e quarto dia

A manhã de sábado foi destinada a um City Tour e momento de integração entre todas as localidades. As senhoras passearam pela Esplanada dos Ministérios, conheceram a Catedral Metropolitana de Brasília, o Santuário Dom Bosco e a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe. Pela tarde, o Pe. André Delvaux, LC., delegado para o apostolado no Brasil falou sobre “O Dom do Regnum Christi, a vida em equipe”. Em seguida, houve uma partilha sobre a vida no movimento. No domingo, as senhoras se dividiram por localidades e refletiram em suas seções.

Para Dianer Zanardo, de Porto Alegre/RS, foi no Regnum Christi que ela encontrou águas mais profundas, na formação, atividades e na vida em equipe. “Sinto que todas deveríamos ter o compromisso de estar nestes momentos, participando da santificação das nossas irmãs. Para mim, estar aqui e em qualquer atividade é me formar para voltar melhor para minha família e minha localidade”, disse.

Manuela Freitas, de Recife/PE, hoje morando em Pelotas/RS compartilhou a experiência de ter conhecido o movimento através dos leigos. “Conheci há 18 anos, e aí me formei, cresci, formei minha família”, lembrou.

Beta Mellin, do Rio de Janeiro, disse que devemos ser luz para o mundo e ter essa consciência. “Me lembro das pessoas que foram essa luz de Cristo para mim no Movimento e é isso que devemos ser”, animando a todas!

O Cursilho

O Cursilho Nacional acontece sempre em alguma das localidades do Movimento Regnum Christi e tem como objetivo formar e integrar os membros, promovendo mística entre todas as localidades. Além de partilhas em equipe, há dinâmicas, momentos de oração, e confraternização.

O Cursilho deste ano buscou trazer reflexões sobre o papel do leigo na igreja. Para a consagrada Kate O´Connor, diretora do cursilho, foi uma oportunidade de renovar a vocação ao RC e como leigo na igreja. “Espero que seja um momento de cada uma se conscientizar de que Cristo as chama e que o Espírito Santo mostre o papel de cada uma dentro do movimento e de transformação da sociedade”, disse.

Participaram, entre consagradas e Legionários de Cristo:

Kate O’ Conoor

Estela Ramos

Pe. Cleomar Ferronato, LC.

Pe. André Delvaux, LC.

Pe. Patrick Walsh, LC.

Pe. Osvaldo Verdin, LC.

Pe. Fernando Villasenor, LC.

Pe. José Maria Ramríez, LC.

Pe. Ignacio Daruich, LC.

Pe. Fábio Guedes, LC.

Pe. Júlio César Gomes, LC.

Pe. Santiago Artero, LC.

Confira algumas fotos do Cursilho:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here