Consagradas do Regnum Christi: entenda como funcionará a fusão dos territórios da América do Sul a partir de 2025

0
426

A partir do dia 1º de janeiro de 2025, os territórios das Consagradas do Regnum Christi do Brasil, Colômbia-Venezuela e Chile serão unidos em um único território da “América do Sul”. Depois de um processo de trabalho, discernimento e escuta realizado nos atuais territórios, a decisão foi anunciada no final do ano passado, pela Diretora Geral das Consagradas, Nancy Nohrden. 

A novidade tem como objetivo reduzir o número de consagradas atualmente destinadas ao serviço de governo para dedicar mais esforços à missão evangelizadora. Essa fusão de territórios reconfigura o governo interno da Sociedade de Vida Apostólica das Consagradas do Regnum Christi, mas não afeta as demais estruturas comuns do Regnum Christi nesses territórios, que continuarão funcionando normalmente.

Território da América do Sul terá uma única Diretora Territorial

Gabriela Garza, Consagrada do RC e nova Diretora Territorial da América do Sul

Gabriela Garza, atualmente Diretora Territorial da Colômbia-Venezuela, será a Diretora Territorial da América do Sul a partir de 2025 e irá coordenar, junto a uma equipe de consagradas, o processo de fusão durante o ano de 2024. Ela foi nomeada nesta nesta segunda-feira (11), pela Diretora Geral das Consagradas, Nancy Nohrden, após consulta a todas as consagradas e consentimento do Conselho Geral, por um período de três anos.

Sobre a fusão dos territórios da América do Sul, Gabriela disse estar animada: “Estou entusiasmada com o que Deus e o Espírito Santo têm para nós nesta nova forma de nos organizarmos. Estou convencida de que isso é para o bem da missão”.

Kate O’Connor, atual Diretora Territorial das Consagradas do Regnum Christi no Brasil e membro do Colégio Diretivo Territorial, comenta: “É providencial que este caminho de transição para a fusão dos territórios se intensifique durante a Quaresma. É tempo de conversão, isto é, de mudar de direção e de nos abrir à novidade de Deus. Agradeço a Gabriela Garza por acolher este serviço como Diretora Territorial do novo território da América do Sul, uma missão cheia de bênçãos e desafios. Ela não estará sozinha, pois contará com o apoio de uma equipe e, também, de cada comunidade de mulheres consagradas desta parte sul do continente que agora acolhe este próximo passo na fé. Obrigada, Gabriela, conte comigo”.   

Até o final do ano 2024, Gabriela Garza continuará com suas funções ordinárias como Diretora Territorial da Colômbia-Venezuela, assim como Kate O’Connor, no Brasil, e Bernardita García, no Chile.

Ao longo desse ano, de acordo com a realidade de cada território, serão definidos outros aspectos como o modo de participação das consagradas nas estruturas da Federação e em outras equipes de trabalho – que serão comunicados posteriormente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here