Carta do Colégio Diretivo Geral: quatros anos de Federação RC

0
1184

A todos os membros do Regnum Christi:
Leigos, leigos consagrados, consagradas e legionários de Cristo

Estimados em Cristo,

No dia 31 de maio de 2019, a Igreja ortogou a configuração canônica que hoje vivemos e aprovou os Estatutos da Federação Regnum Christi. Na carta de aprovação, Mons. José Rodríguez Carballo expressava “a esperança de que a nova estrutura de comunhão contribuísse para promover e aprofundar o carisma comum e favorecer a colaboração em vista da missão a vocês confiada pela Igreja”.

Ao celebrarmos esse quarto aniversário, nos encontramos no caminho de preparação para a primeira Convenção Geral do Regnum Christi prevista para os dias entre 29 de abril e 4 de maio de 2024. Será a primeira convenção ordinária do Regnum Christi que nos orientará no caminho sinodal que segue a Igreja guiada pelo Papa Francisco. Esse momento é chave para a nossa missão no mundo de hoje e na sociedade em que vivemos: buscamos escutar, entre todos, a voz do Senhor que nos convida, segundo o nosso carisma específico, a fazer Cristo presente em meio as necessidades do mundo e da Igreja.

Escutar. Queremos que este caminho nos transforme em homens e mulheres de escuta. Aprender a viver a escuta do Espírito Santo, que o Senhor vai nos mostrando no dia a dia em contato com as pessoas e com as realidades que nos apresentam, para que Cristo reine, e no encontro com eles, lhes revele o amor de Seu Coração.

A Igreja inteira está buscando se exercitar na arte da escuta através da preparação do Sínodo sobre a sinodalidade. Busquemos que a escuta seja um modo de ser: o modo de ser da Igreja como povo de Deus:

“O Sínodo nos oferece a oportunidade de nos tornarmos uma Igreja da escuta: fazer uma pausa dos nossos ritmos, controlar as nossas ânsias pastorais para pararmos a escutar. Escutar o Espírito na adoração e na oração, escutar os irmãos e as irmãs sobre as esperanças e as crises da fé nas diversas áreas do mundo, sobre as urgências de renovação da vida pastoral, sobre os sinais que provêm das realidades locais.”

O Senhor nos revela certas coisas em nossa oração pessoal, mas há outras (iniciativas apostólicas, maneiras de perceber as necessidades das pessoas no apostolado etc.) que só poderemos discernir na escuta mútua, no verdadeiro discernimento comunitário, como comunidade de apóstolos, a partir do carisma que o Senhor nos confiou. Por isso, o Senhor nos convida a percorrer o caminho rumo à Convenção Geral 2024, participando ativamente desde uma profunda escuta à Sua voz para responder melhor ao plano que Ele tem para o Regnum Christi.

Peçamos ao Espírito Santo cuja festa acabamos de celebrar, um coração orante, que saiba ver o que a realidade nos diz, escutar aquilo ao qual somos chamados e responder ao que o Senhor nos pede para viver com maior plenitude nossa vida e nossa missão desde o Coração de Cristo Apóstolo.

Unidos em oração,

Colégio Diretivo Geral e leigos que o assistem

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here