Convenção Geral do RC

0
3702

Em 2024, acontece a primeira Convenção Geral do Regnum Christi, em Roma, após a ereção canônica da Federação. Mas, até lá, haverá um processo de discernimento que envolverá todos os membros e vocações que fazem parte dessa família espiritual. Saiba mais nesse vídeo gravado pelo Colégio Diretivo Territorial.

         “É um momento que Deus nos presenteia para discernir e rezar juntos”

A Convenção Geral é um órgão de governo que se reúne a cada 6 anos e busca analisar a situação do mundo e da Igreja, e como o Regnum Christi pode servir melhor as suas necessidades, a partir de seu próprio espírito e missão. Ela tem autoridade sobre a Federação e a representa, salvo a legítima autonomia das instituições federadas e de suas autoridades. Há de ser um sinal e atuação de sua unidade na caridade (EFRC 64). À Convenção Geral compete tratar dos fins, marcha e desenvolvimento futuro da Federação (EFRC 65).

I- Competências e tarefas da Convenção Geral

  1. Examinar a situação do mundo e da Igreja e como a Federação pode servir melhor as suas necessidades
  2. Promover o desenvolvimento e a adequada renovação da Federação
  3. Definir as prioridades para os próximos seis anos
  4. Fazer as modificações necessárias nos Estatutos
  5. Modificar ou aprovar os códigos secundários de direito próprio
  6. Formular uma recomendação para alguma das instituições federadas
  7. Patrimônio estável da Federação

II- Caminho de preparação no qual todos estão convidados a participar

  • A Convenção Geral, como caminho de preparação, será um momento importante para o Regnum Christi, e permitirá afrontar os grandes desafios que o mundo e a Igreja vivem hoje.
  • Acontece nas localidades e em comunhão, com a participação direta das 4 vocações do Regnum Christi
  • Deverá ser um momento de graça e de escuta ao Espírito Santo, que
    fomente o diálogo e a oração e que renove o impulso apostólico para viver o carisma do Regnum Christi de acordo com a vontade de Deus.

“Uma Convenção Geral, como evento do Espírito, envolve sempre três ações: esclarecimento, discernimento e ação. Ver, julgar e agir. Trata-se de escutarmo-nos uns aos outros e ao Espírito Santo. Trata-se de ser sínodo, de caminhar juntos, cada um de acordo com a sua vocação. Trata-se de um evento eucarístico, comunitário, de conformação de todos e cada um de nós ao Corpo de Cristo. Trata-se de rezarmos juntos, unidos em uma só fé e uma só missão. Finalmente, trata-se de receber uma Palavra de Deus sobre as necessidades da Igreja e do mundo, com o ânimo de fazer a vontade do Pai neste momento da História e do nosso carisma.

“Talvez o maior desafio para nós, nesta primeira Convenção Geral, que ocorrerá em 2024, seja ir ao encontro das necessidades do mundo, atender às “periferias existenciais” que estão mais próximas de nós do que imaginamos. Devemos ouvir e atender às necessidades do nosso próximo. Temos um conselho perene da Igreja: não bloqueemos a ação do Espírito Santo! Somos todos chamados a participar neste processo, cada um de uma forma singular, que ainda devemos descobrir”. (Carta do Colégio Diretivo o Geral sobre a Convenção Geral).

III- Quais são os frutos esperados de uma Convenção Geral?

Sendo um acontecimento do Espírito, sinodal, eucarístico e orante, a Convenção deve iluminar a nossa vida cristã e apostólica com decisões concretas sobre a vida e a missão de Regnum Christi. Trata-se de um momento forte na vida do Reino; trata-se de deixar o Espírito soprar as brasas e avivar o fogo do amor, da luz e da alegria do Evangelho.

IV- Quais são as fases deste processo?

A preparação da Convenção Geral será realizada em três etapas: fase local, territorial e, por fim, geral.

1- A fase local, pilar da vida e missão do Regnum Christi, terá início agora, em novembro de 2022 e durará até Julho de 2023. Para essa etapa, que deverá ocorrer nas equipes de Encontro com Cristo e nas comunidades, há 8 fichas de reflexão. Confira o material completo aqui. 

2- A fase territorial, enquanto encontro entre as localidades e fórum para abordar questões comuns a todas elas, terá lugar na segunda metade de 2023 e terminará com a realização das Convenções Territoriais.

3- A fase geral, como reunião para reconhecer e promover a presença de Cristo em todo o mundo, culminará na Convenção Geral, que iniciará dia 29 de abril de 2024, em Roma e durará seis dias.

Confira a carta do Colégio Diretivo Geral sobre a Convenção Geral

Guia para o discernimento apostólico da realidade (fichas para reflexão em equipe e em comunidade)

Para mais informações, falar com Rafael Fontes Souto
Contato: formação.rcbrasil@gmail.com

www.convenciongeneralrc.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here